logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

StArt (State of the Art through Systematic Review)

Escrito por Tatiane Liberato   
Sex, 27 de Fevereiro de 2015 17:33

DSC 0003 reduzidaCom o objetivo de dar suporte ao processo de Revisão Sistemática (RS) através de funcionalidades que apoiam cada uma de suas etapas, pesquisadores da UFSCar desenvolveram a ferramenta StArt (State of the Art through Systematic Review). A revisão sistemática é um tipo de estudo secundário que pode ser aplicado para fazer levantamento do estado da arte sobre um tópico de pesquisa, divulgado por meio de estudos primários, a fim de realizar uma meta análise sobre ele. O software foi desenvolvido pelos pesquisadores Sandra Camargo Pinto Ferraz Fabbri, Elis Cristina Montoro Hernandes, André Di Thommazo, Cleiton Rodrigo Queiroz Silva e Augusto Bindilatti Zamboni do Departamento de Computação.


A condução do processo de revisão sistemática (ou mesmo do mapeamento sistemático, que corresponde a um levantamento menos profundo que a revisão) envolve a execução de diversas tarefas repetitivas e, em alguns casos, a manipulação de grande quantidade de estudos primários (artigos, monografias, relatórios etc.), o que torna essa atividade árdua e propensa a erros. Ter um suporte computacional para auxiliar pesquisadores a conduzir essa tarefa tende a melhorar a qualidade das revisões e mapeamentos sistemáticos conduzidos e facilitar seu empacotamento e divulgação.


A ferramenta StArt apresenta uma interface gráfica que fornece acesso fácil e rápido a todas as suas funcionalidades, as quais dão suporte às etapas do processo: planejamento, execução e sumarização. Por restrições das máquinas de busca (SCOPUS, IEEE, ACM etc.) a busca aos estudos primários deve ser feita nas próprias máquinas de busca, sendo que apenas o resultado é importado na StArt, para assim, ser possível dar continuidade ao processo.


As características que podem indicar vantagens com o uso da ferramenta são: proporcionar o preenchimento completo do protocolo da revisão e mapeamento sistemático; criar automaticamente uma pontuação para cada artigo, tendo como base as palavras-chaves inseridas no protocolo, caso elas sejam encontradas no título, resumo e palavras-chaves de cada artigo; permitir que o usuário defina prioridade de leitura para cada estudo, estabelecendo uma ordem na etapa de extração de dados; indicar a porcentagem de similaridade de um artigo com os demais, obtida pode meio de técnicas de mineração de texto, que auxilia o usuário nas etapas de seleção e extração de dados; visualizar os dados referentes aos estudos primários (autor, local de publicação, ano etc.), bem como os dados extraídos desses estudos (formulário de extração de dados); selecionar os dados que se quer visualizar e a técnica de visualização desejada; empacotar todos os dados, o que permite a distribuição, replicação e/ou a atualização das revisões sistemáticas por outros pesquisadores.


O processo de instalação da ferramenta StArt é bem simples, feito por meio de um “wizard” composto por telas que exigem apenas que o usuário indique o diretório para instalação.


A ferramenta StArt e outras informações sobre ela podem ser encontradas no site do Laboratório de Pesquisa em Engenharia de Software (LaPES): http://lapes.dc.ufscar.br/tools/start_tool

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa