logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Ambiente de Computação Ubíqua para o Monitoramento e Avaliação de Atividade Física 1.0 (ACUMAAF V.1.0)

Escrito por Tatiane Liberato   
Seg, 23 de Fevereiro de 2015 09:54

ubíqua editada

O ACUMAAF V.1.0 é um ambiente computacional para monitoramento, aquisição, tratamento e avaliação de dados relativos às atividades físicas da população adstrita às Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Unidades de Saúde da Família (USFs) do município de São Carlos-SP que foi desenvolvido pelos criadores Wanderley Lopes de Souza e Antonio Francisco do Prado, Jesús Martín Talavera Portocarrero e Douglas Fabiano de Sousa Nunes, do Departamento de Computação (DC) da UFSCar, Marcelo Marcos Piva Demarzo, do Departamento de Medicina (DMed) da UFSCar, e Andréa Cristina Lacerda, da Secretaria Municipal de Saúde de São Carlos.


Esse ambiente possibilita a geração de indicadores de saúde e desempenho, validados nacional e internacionalmente, capazes de apoiar o planejamento de políticas públicas de promoção de atividades físicas para a população que as pratica junto às unidades de saúde. Além disso, ele permite diversos tipos de gerenciamentos, tais como: dos Grupos de Atividade Física (GAFs); das sessões de atividade física; das UBSs e USFs onde ocorrem as atividades físicas; dos participantes das atividades físicas; e dos profissionais responsáveis pelos GAFs.


Para o desenvolvimento desse ambiente, a ideia surgiu a partir de reuniões mantidas com Marcelo Piva Demarzo, que apresentou o programa de atividades físicas que estava sendo conduzido junto aos GAFs de UBSs e USFs de São Carlos, fazendo com que os pesquisadores constatassem a necessidade de dispor de um sistema computacional para gerenciar e monitorar estas atividades. O ambiente foi desenvolvido durante quatro anos e originou duas dissertações de mestrado junto ao Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação (PPG-CC) da UFSCar.


Segundo um dos criadores, Wanderley Lopes de Souza, o diferencial desse ambiente computacional em relação a outros sistemas disponíveis no mercado, é que ele foi explicitamente concebido para apoiar a estratégia global da Organização Mundial da Saúde (OMS) de promoção da saúde, buscando prevenir Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNTs) via a prática de atividades físicas. Esta é, inclusive, a sua principal característica e a sua maior contribuição.


Entretanto, Wanderley explica que o ACUMAAF V.1.0 não está disponível no mercado por tratar-se de um protótipo, desenvolvido a partir de pesquisas acadêmicas, sendo necessário firmar parcerias com empresas a fim de transformá-lo num produto comercial.


Os principais resultados das pesquisas que culminaram com o desenvolvimento do ambiente computacional foram: auxílio ao monitoramento dos GAFs; auxílio ao direcionamento das ações de promoção de atividades físicas; controle dos participantes dos GAFs; e acompanhamento online do progresso dos níveis de atividade física desses participantes. O grupo de profissionais de saúde, envolvido na avaliação de usabilidade do ACUMAAF V.1.0, destacou que esta é uma ferramenta capaz de prover o suporte computacional necessário para a verificação da efetividade dos GAFs. “Essas características não são encontradas nos sistemas computacionais disponíveis na literatura”, finalizou Wanderley.

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa