logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Podcast Oxigênio veicula produções de bolsistas da FAPESP

Ter, 02 de Outubro de 2018 11:54

O podcast Oxigênio, produzido pelo Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor) da Unicamp em parceria com a Rádio Unicamp, conta com dois novos formatos de programa para divulgar pesquisas científicas de diferentes instituições e áreas do conhecimento.

 

São eles o Oxilab e o Oxidoc. Ambos os formatos têm sido utilizados para veicular produções de bolsistas do Programa José Reis de Incentivo ao Jornalismo Científico – Mídia Ciência, da FAPESP.

 

Segundo o Labjor, os Oxilabs têm duração de 10 a 15 minutos e seguem o modelo clássico de reportagem, entrevistando cientistas sobre suas pesquisas mais recentes. Já os Oxidocs, com cerca de 30 minutos de duração, são radiodocumentários em que os repórteres vão a campo para captar diferentes perspectivas sobre um mesmo tema de pesquisa, utilizando técnicas do jornalismo literário.

 

A equipe do Oxigênio é formada por alunos dos cursos de Especialização em Jornalismo Científico e Mestrado em Divulgação Científica e Cultural, oferecidos pelo Labjor. Atualmente, todos os integrantes da equipe são bolsistas do Programa MídiaCiência e desenvolvem planos de comunicação voltados a institutos ou grupos de pesquisa específicos, dentro ou fora da Unicamp.

 

Além desse trabalho individual, os integrantes da equipe contribuem para a produção das demais peças que compõem a grade do Oxigênio, como os programas temáticos e especiais. Os programas são veiculados na Rádio Unicamp e também no site do Oxigênio, além de aplicativos para podcasts.

 

Projeto divulga pesquisas do Nudecri

 

Entre os projetos que estão sendo desenvolvidos pelos alunos, há o Narrando Ciências, Linguagens e Comunicações, que tem o objetivo de divulgar pesquisas do Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade (Nudecri), da Unicamp.

 

O Nudecri é formado pelo Labjor e pelo Laboratório de Estudos Urbanos (Labeurb). O projeto está sendo desenvolvido por Beatriz Guimarães, aluna do Mestrado em Divulgação Científica e Cultural, sob a supervisão das pesquisadoras Simone Pallone e Claudia Pfeiffer, do Labeurb.

 

A proposta é produzir radiodocumentários (Oxidocs) que usem a linguagem do jornalismo literário para tratar dos processos e resultados das pesquisas.

 

O primeiro desses programas estreou em 20 de setembro, trazendo o olhar antropológico da pesquisadora Daniela Manica, do Labjor, sobre a utilização de células do sangue menstrual em pesquisas com células-tronco que estão sendo realizadas no Laboratório de Cardiologia Celular e Molecular do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. O episódio pode ser escutado em: http://oxigenio.comciencia.br/oxidoc-estranha-celula-das-entranhas.

 

Mais informações: http://oxigenio.comciencia.br.

 

Fonte: Agência FAPESP

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa