logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Governo Federal destina R$ 3,5 milhões para tecnologias sociais

Ter, 18 de Setembro de 2018 14:19

Os recursos estão destinados em chamada pública do CNPq aberta até o dia 15 de outubro para recebimento de propostas

 

Um investimento previsto de R$ 3,5 milhões do Governo Federal promoverá ações voltadas para a tecnologia social. Os recursos estão destinados em chamada pública do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) aberta até o dia 15 de outubro para recebimento de propostas.

 

O objetivo é selecionar projetos de desenvolvimento, reaplicação, aperfeiçoamento e avaliação de tecnologias sociais que promovam geração de renda, inclusão no mundo do trabalho e autonomia econômica das famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Além disso, os projetos devem atender aos requisitos de simplicidade, fácil aplicabilidade, reaplicabilidade, efetivo impacto e repercussão social.

 

As tecnologias sociais são capazes de auxiliar as diversas comunidades em suas necessidades de geração de renda, superação de problemas ambientais, atendimento de problemas de saúde. Nesse sentido, a Chamada visa aliar o conhecimento científico e o tradicional na superação de mazelas dos segmentos sociais mais desfavorecidos do país.

 

As linhas temáticas estão relacionadas a um ou mais Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pela ONU em sua Agenda2030.

 

A Chamada conta com a parceria do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

 

SAIBA MAIS:

 

O que é uma Tecnologia Social?

Considera-se tecnologia social todo o produto, método, processo ou técnica, criado para solucionar algum tipo de problema social e que atenda aos quesitos de simplicidade, baixo custo, fácil aplicabilidade e impacto social comprovado.

 

Exemplos: Cisternas de Placas pré-moldadas que atenuam problemas afetos à crise hídrica no Nordeste do país; soro caseiro de combate à desidratação; Agricultura Familiar em faixas de dutos da Transpetro; Aquecedor solar de baixo custo; Óleo vegetal usado como biocombustível; Poste de Luz Solar; Bambu para o desenvolvimento social; Banco Comunitário e etc.

 

Quem pode submeter propostas?

– Mestre ou Doutor
*no caso da macrorregião Norte (estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins) serão admitidos, excepcionalmente, projetos submetidos por Especialistas
– Currículo cadastrado na Plataforma Lattes
– Ser o coordenador do projeto
– Ter vínculo formal com a instituição de execução do projeto

 

Qual o valor do apoio?

FAIXA A – Desenvolvimento de Tecnologia Social – Até R$ 150 mil por projeto
FAIXA B – Reaplicação e aperfeiçoamento de Tecnologia Social Até R$ 100 mil por projeto
FAIXA C – Avaliação de Tecnologia Social Até R$ 75 mil por projeto

 

Como esse valor pode ser usado?

 

Custeio

a) material de consumo
b) serviços de terceiros – pagamento integral ou parcial de contratos para pessoa física ou jurídica, de caráter eventual
c) despesas acessórias de importação e
d) passagens e diárias, de acordo com as Tabelas de Valores de Diárias para Auxílios Individuais e Bolsas de Curta Duração.

 

Capital

a) equipamentos e material permanente
b) material bibliográfico

 

Bolsas

Modalidades:
Desenvolvimento Tecnológico e Industrial (DTI-B e DTI-C)
Extensão no País (EXP-B e EXP-C)
Iniciação Tecnológica e Industrial (ITI-A e ITI-B)
Apoio Técnico a Extensão no País (ATP-A e ATP-B) e
Iniciação ao Extensionismo (IEX)

 

Mais informações, acesse a chamada na página do CNPq na internet.

 

Fonte: Jornal da Ciência, 17/09/2018, com informações CNPq

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa