logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Orçamento do Museu Goeldi sobe para R$ 15,4 milhões em 2018

Qui, 14 de Junho de 2018 11:42

Recursos adicionais vão permitir a conclusão de obras no Parque Zoobotânico do Goeldi

 

O Museu Paraense Emílio Goeldi anunciou um aporte complementar de recursos no valor de R$ 7,3 milhões em 2018, o que elevou para R$ 15,4 milhões o orçamento da instituição para pesquisa, investimentos e manutenção. Com a recomposição do orçamento, fica descartado o fechamento das bases físicas que o Museu Goeldi possui no Pará.

 

O anúncio foi feito pelo diretor Nilson Gabas Jr., que celebrou a “herança” a ser deixada para a futura diretora Ana Luisa Albernaz, selecionada pelo Comitê de Busca e cuja nomeação foi enviada pelo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, à Casa Civil da Presidência da República.

 

“A conquista foi possível graças à ação do ministro Kassab e de sua equipe. A sensibilização para a grave situação orçamentária teve o envolvimento direto da comunidade técnico-científica do museu e da sociedade, que tem grande carinho pela instituição e a abraçou literalmente”, afirmou Gabas.

 

Segundo ele, somente a verba para serviços de manutenção, como segurança, energia e limpeza, cresceu 53%. Os recursos adicionais também serão investidos na conclusão de duas obras que estavam interrompidas: o Centro de Exposições Eduardo Galvão e o Espaço Raízes Para Atividades Educativas. As obras melhoram a estrutura do mais antigo parque dedicado à divulgação da ciência nas regiões Norte e Nordeste do Brasil – o Parque Zoobotânico do Museu Goeldi.

 

“Temos coleções científicas que o público não tem acesso, mas, com o Centro de Exposições Eduardo Galvão, isso se inverte. E poderemos ampliar sua função, abrindo grandes debates com as populações sobre temas essenciais para a Amazônia, como a mineração e áreas prioritárias para conservação. É a contribuição do Museu Goeldi para a reflexão sobre questões estratégicas para a região.”

 

Por ano, o Museu Goeldi recebe a visita de cerca de 400 mil pessoas e é apontado pelo Ministério do Turismo como uma das 65 instituições do país indutoras do turismo no Brasil. Criado em 1866, possui 127 projetos em andamento, sendo que 82% são de pesquisa científica. Hoje, o Museu Goeldi mantém seis cursos de pós-graduação. Em duas décadas, já formou mais de 650 mestres e doutores.

 

Fonte: Jornal da Ciência, 13/06/2018, com informações MCTIC

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa