logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Resolução incentiva adoção do conceito de Indústria 4.0 na Zona Franca de Manaus

Qua, 06 de Junho de 2018 09:50

Foi publicada no Diário Oficial da União, a Resolução nº 40 do Conselho de Administração da Suframa (CAS) para estimular a migração das fábricas instaladas na Zona Franca de Manaus para o conceito de Indústria 4.0

 

O texto, aprovado na última reunião do CAS em 4 de maio no Acre, permite que as empresas que produzem bens de informática na Amazônia Ocidental e no estado do Amapá apresentem – em sua programação obrigatória de investimentos em pesquisa, desenvolvimento e inovação para a obtenção de incentivos fiscais específicos da região – atividades orientadas para sua atualização tecnológica e capacitação rumo à Indústria 4.0.

 

A Resolução vai disciplinar a elaboração dos projetos e a execução dos investimentos. Ela determina que sejam reconhecidos como dispêndios em atividades de PD&I os gastos na execução ou contratação das atividades que se refiram à aquisição de máquinas e equipamentos 4.0 – como robôs industriais e colaborativos, sensores, máquinas de comunicação avançada, etc.

 

Também podem ser incluídos como investimentos em PD&I: o desenvolvimento e a integração de Sistemas Ciber-Físicos, que permitem a dotação de inteligência computacional e outras tecnologias para uma manufatura inteligente, conectada e automatizada, assim como o desenvolvimento de sistemas inteligentes para processos de produção e a realização de investimentos em test beds ou fábricas do futuro.

 

Os gastos com o aperfeiçoamento e desenvolvimento de recursos humanos impactados pela robotização e automatização na indústria 4.0 e investimentos no processo de manufatura enxuta atrelados obrigatoriamente à automatização, digitalização e conectividade da fábrica também podem ser deduzidos.

 

Agenda

 

A medida é uma das ações da Agenda Brasileira para a Indústria 4.0, anunciada pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) em março deste ano. O governo estima que a medida promova investimentos da ordem de R$ 80 a 100 milhões por ano em projetos de PD&I que se refiram à indústria 4.0, apenas na região da Zona Franca de Manaus.

 

“A estratégia para a Indústria 4.0 visa fomentar a modernização das indústrias de todo o país para que possamos trazer conceitos de internet das coisas, de inteligência artificial, robôs colaborativos para dentro das nossas indústrias e possamos assim ser mais produtivos e competitivos e não ficarmos atrás de países que estão mais avançados nessa temática”, afirma o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) Marcos Jorge de Lima.

 

O ministro ressalta que, dentro da Agenda Brasileira para a Indústria 4.0, há uma grande preocupação com a qualificação e requalificação da mão de obra. “Podemos nos tornar mais produtivos adotando essas tecnologias e ainda assim contratar mais pessoas”, enfatiza. “Quando falamos de robôs colaborativos, usamos justamente o conceito de trabalho humano com a automação dentro da indústria. Sempre vai haver o trabalho colaborativo e a mão de obra sendo empregada. O que acontece na quarta revolução industrial é uma requalificação da mão de obra.”

 

Fonte: Portal ANPEI, com informações MDIC

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa