logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Inteligência Artificial da TOTVS chega para a Manufatura

Sex, 04 de Maio de 2018 15:41

Além de fazer com que todos os processos da produção sejam bastante eficientes, as manufaturas têm que se preocupar com outros aspectos das suas atividades, olhando para a gestão dos seus negócios. Cuidar de cada cliente, para garantir a sua fidelidade, e identificar os que estão em risco de evasão são grandes desafios. O diferencial está em conseguir prever comportamentos, para tomar ações estratégicas antes que eles deixem de comprar com a sua indústria, evitando o temido churn rate, indicador que mede o índice de cancelamento dos serviços. Para isso, a TOTVS coloca a Inteligência Artificial nas mãos dos empresários e lança o Diagnóstico de Vendas. A notícia será tema da sua participação na Feimec, Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos, que vai de 24 a 28 de abril, no São Paulo Expo.

 

A novidade é uma aplicação da Carol, solução de Inteligência Artificial da TOTVS, que chega ao segmento de manufatura acessível para qualquer tamanho de indústria. Das pequenas às médias, até às grandes, a IA pode ser contratada por um plano de assinatura mensal. Na prática, este motor de análise de dados capta dez anos do histórico de vendas da empresa e começa a traçar o perfil dos seus clientes, especificamente. O objetivo é entender os comportamentos dos que já deixaram de comprar e reconhecer atitudes semelhantes na base ativa. Dessa forma, a Carol dá insights preditivos para que o gestor possa propor ações direcionadas, como uma visita, uma nova negociação ou flexibilização no pedido, por exemplo, antes que o prejuízo aconteça.

 

Em um caso real, o Diagnóstico de Vendas conseguiu um acerto de 70% na indicação dos clientes que estavam em risco de evasão – analisou, em apenas alguns minutos, uma base de 30 mil empresas, 250 mil notas fiscais, 370 mil pedidos e 1,2 milhão de itens. Para chegar a este resultado, a empresa levava de 10 a 20 dias e o percentual de acerto era de 32%, necessitando de um profissional inteiramente dedicado a esta função.

 

Enquanto em um processo tradicional, a análise é em relação ao passado – uma vez que leva mais tempo para ser concluída, com a IA, a informação passa a estar disponível em tempo real, com velocidade e assertividade para a tomada de decisão. O cérebro da Carol funciona como um motor, capaz de processar uma quantidade enorme de dados, de forma rápida e precisa – impossível para o ser humano. A tecnologia mostra, em tabelas dinâmicas e gráficos de comportamento, o nome dos clientes e os motivos que os fazem estar nessa seleção de possível churn (como, queda no ticket médio, alternância de meses nas compras ou mudanças dos produtos), assim, o gestor consegue entender o alerta e preparar um plano especial de ação com o seu time de vendedores para reverter a situação.

 

O próximo passo é que o Diagnóstico de Vendas se comunique com o gestor por mensagem de voz, em um aplicativo para dispositivos móveis. Assim, será possível perguntar, por exemplo, “Carol, quais clientes estão em risco de churn?”, que ela responderá, também por áudio, com todas as informações que seriam visualizadas no dashboard.

 

“O questionamento que fazemos constantemente é como podemos ser mais eficientes e ágeis nas análises e decisões que tomamos. A Inteligência Artificial da TOTVS vem para tornar isso real e para dar visibilidade a informações preciosas, a custos reduzidos, empoderando as pequenas e médias indústrias em relação aos seus negócios”, explica Angela Gheller Telles, diretora dos segmentos de Manufatura e Logística da TOTVS.

 

Fonte: Portal ANPEI

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa