logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Brasil e União Europeia reforçam cooperação em pesquisas sobre gestão e uso da água

Qua, 21 de Março de 2018 09:19

Brasil e União Europeia decidiram estreitar a parceria nas pesquisas e no desenvolvimento de soluções inovadoras para os desafios da gestão e uso da água. Reunidos no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) nesta terça-feira (20), especialistas afirmaram que falta aos países engajamento e compromisso para enfrentar os problemas relacionados à água. “A escala dos desafios sobre o tema água nos obriga a pensar como trabalhar juntos. Já o fazemos, mas temos que fazer mais. Temos a necessidade absoluta de encontrar soluções inovadoras, não só pelos problemas imediatos, mas, por exemplo, por questões como o emprego”, afirmou o chefe da Delegação da União Europeia no Brasil, embaixador João Gomes Cravinho.

 

Segundo ele, de cada quatro postos de trabalho no mundo, três dependem da água. “Por isso, a União Europeia tem colocado a água no epicentro dos programas de pesquisa que apoia há muitos anos e deve continuar a fazê-lo no futuro”, acrescentou.

 

O secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do MCTIC, Alvaro Prata, ressaltou que ciência e tecnologia são decisivas para as políticas de saneamento, “uma questão muito crítica para o Brasil”, para as crises hídricas e também para o manejo dos recursos. “O MCTIC, em parceria com a União Europeia, tem feito várias ações bilaterais e, nessa questão da água, vamos estreitar ainda mais os nossos compromissos”, disse.

 

Desafios

 

Para o professor Christian Kuzner, da Universidade de Ciências Aplicadas e Artes Northwestern, da Suíça, a poluição gera riscos para a qualidade da água e impõe desafios sanitários de custo elevado, que demandam alta tecnologia. “As técnicas para tratar a água que consumimos ainda são bem caras e a água de qualidade, um recurso que vem se tornando cada vez mais escasso. Tecnologias de reuso de água podem ser uma solução para até mesmo para o consumo humano, mas pouquíssimos países utilizam água de reuso para consumo. Ainda há muito preconceito em torno disso”, explicou.

 

No caso do Brasil, uma solução seria a dessalinização da água do mar, observou o especialista em recursos hídricos e saneamento, Antônio Eduardo Lanna. “Todas as capitais de estado brasileiro passam, neste momento, por uma crise hídrica séria ou estão na iminência de passar. A maior parte das capitais está próxima do mar, uma característica interessante do nosso território. Isso traz uma possibilidade para ciência e tecnologia”, avaliou.

 

Segundo ele, os custos da dessalinização estão abaixo de um dólar por metro cúbico. “É um valor muito próximo do custo de se buscar água doce longe, como são os investimentos feitos por cidades brasileiras. Outro ponto é o desperdício no fornecimento. Nosso sistema de abastecimento urbano tem perda de até 30% de água tratada. Nossos sistemas merecem ser aperfeiçoados para reduzir esses números.”

 

O coordenador do projeto Diálogos Setoriais Brasil-União Europeia, Sanderson Leitão, alertou que a oferta de água não acompanha a demanda nacional. “O Brasil concentra 13% de toda a água do planeta. No entanto, 70% dos recursos hídricos estão na região Norte. Acontece que as cidades crescem, as demandas aumentam e a oferta, por uma série de razões, não acompanha esse crescimento.”

 

Com o tema “O papel da ciência, da tecnologia e da inovação nos desafios globais da água", o simpósio integra a iniciativa Diálogos Setoriais Brasil-União Europeia para promover o debate sobre os desafios da água. Cerca de 110 participantes participaram da atividade, realizada paralelamente ao 8º Fórum Mundial da Água.

 

Fonte: Portal MCTIC

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa