logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Secretário do MCTIC defende política nacional de atração e fomento a datacenters

Sex, 16 de Março de 2018 14:38

O secretário de Telecomunicações do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, André Borges, afirmou nesta quarta-feira (14) que o Brasil não possui uma política eficaz de atração e fomento a datacenters. Segundo ele, o ministério tem feito grande esforço para criar um ambiente próspero para investimentos, mas ressaltou que é preciso melhorar a legislação.

 

“O grande desafio nosso é corrigir o problema fiscal do país, mas tendo em conta a necessidade de planejamento do futuro”, avaliou Borges na abertura do 3º Seminário Brasscom Políticas Públicas & Negócios, em Brasília. “Se não aprovarmos um programa eficaz de atração e fomento a datacenter, os vizinhos o farão. A Argentina, que começou depois de nós, já está na frente. Não só não teremos mais essa atividade econômica no Brasil como vamos perder esse investimento para os vizinhos, e não teremos condições de competir”, acrescentou.

 

Para o secretário, o país deve criar um regime especial de tributação que abra caminho para a implantação de datacenters. “É importante ressaltar as ações desenvolvidas pelo ministério, como a Estratégia Brasileira para a Transformação Digital [EBTD]. É importante que os estudos, políticas e ações para fomentar a sociedade digital estejam no centro do governo, lideradas pela Casa Civil”, disse.

 

Para o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação Digital da Secretaria de Política de Informática do MCTIC, José Gontijo, a estratégia digital é o plano para o Brasil chegar aonde precisa. “Sabendo aonde queremos chegar, todo o setor produtivo consegue se preparar para inovar os seus modelos de negócio e industrializar da melhor forma possível.”

 

Atualmente, o setor de Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) emprega 1,4 milhão de pessoas e respondeu por 7,1% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2017. “Tivemos recuperação robusta de todo o setor no ano passado e voltamos a ter protagonismo. Nossa expectativa é de crescimento entre 5% a 6% em 2018”, afirmou o presidente-executivo da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), Sergio Paulo Gallindo.

 

Fonte: Portal MCTIC

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa