logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

ICMBio promove seminário sobre conservação da biodiversidade com participação do CNPq

Ter, 12 de Setembro de 2017 07:35

Com participação do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) promove, nesta semana, o IX Seminário de Pesquisa e IX Encontro de Iniciação Científica. O Diretor de Ciências Agrárias, Biológicas e da Saúde (DABS) do CNPq, Marcelo Morales, estará presente na abertura do evento, nesta terça-feira, 12, na sede do ICMBio, em Brasília. O encontro acontecerá até o dia 14.

 

Representando o CNPq, participarão, ainda, coordenadores e técnicos da agência, que apresentarão o cenário do fomento à pesquisa em biodiversidade e sua importância para a conservação dos biomas brasileiros. No dia 12, o Coordenador de Programa de Pesquisa em Gestão de Ecossistemas (COGEC) da agência, Fernando Pinheiro, fará a palestra "A trajetória do CNPq no fomento à pesquisa para a conservação no Brasil". Na quarta-feira, 13, Denise de Oliveira, analista do CNPq, participará da mesa-redonda "Estratégias de comunicação e sensibilização da sociedade em relação à conservação da natureza", além de apresentar, junto com a analista Mariana Cariello, o poster "Lições aprendidas e novas perspectivas no fomento à pesquisa sobre biodiversidade no CNPq".

 

Haverá, ainda, sessão de painéis com apresentação de trabalhos dos bolsistas de Iniciação Científica do ICMBio, roda de conversa com os Centros de Pesquisa e Conservação do Instituto, além de outras apresentações. Veja a programação completa do evento.

 

Parceria entre CNPq e ICMBIO

 

O CNPq tem se aproximado do ICMBio nos últimos anos, de modo especial a partir da Chamada CNPq/ICMBio nº 13/2011 - Pesquisa em Unidades de Conservação do Bioma Caatinga, uma seleção inovadora que permitiu utilizar recursos de compensação ambiental para pesquisa em nove Unidades de Conservação Federais da Caatinga. As lições aprendidas dessa chamada geraram o livro "Pesquisa em Unidades de Conservação no Domínio da Caatinga: Subsídios à Gestão", com a participação de Mariana Cariello, gestora da Chamada, entre os organizadores, além de Denise de Oliveira e da servidora Fabíola Lacerda na elaboração de um capítulo do livro em parceria com o ICMBio.

 

No âmbito dessa interação entre as duas instituições, outros frutos vem sendo gerados, tais como a participação de técnicos do ICMBio nas ações de acompanhamento e avaliação de programas do CNPq relacionados à biodiversidade, como o Sistema Nacional de Pesquisa em Biodiversidade - SISBIOTA Brasil, além de um seminário para discutir idéias de aproximação entre o Programa de Pesquisa Ecológica de Longa Duração - PELD e o Instituto.

 

Os programas do CNPq relacionados à biodiversidade passaram a identificar, nos projetos, a existência de pesquisa em Unidades de Conservação e com espécies ameaçadas ou deficientes de dados.

 

Mais recentemente, a parceria entre o CNPq e o ICMBio gerou a Chamada CNPq/ICMBio/FAPs nº 18/2017 - Pesquisa em Unidades de Conservação da Caatinga e Mata Atlântica, com a utilização novamente de recursos de compensação ambiental e a possibilidade de pesquisa ampliada para 19 Unidades de Conservação, nos biomas Caatinga e Mata Atlântica. Essa chamada incorpora lições aprendidas por ambas as instituições, como o incremento da participação das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs) para fortalecer a capacidade regional de pesquisa e a valorização da articulação dos pesquisadores em projetos de pesquisas interdisciplinares e socioambientais, incluindo grupos, instituições e profissionais que atuam nas áreas de educação formal e não formal e de divulgação (por exemplo, escolas, núcleos de extensão, museus, centros de ciências, zoológicos, centros de visitantes de unidades de conservação, organizações não governamentais), buscando interagir com diferentes públicos (gestores das Unidades de Conservação, comunidades locais, formuladores de políticas públicas, entre outros).

 

Essa parceria vai ao encontro da missão institucional de ambas as instituições, visando promover o desenvolvimento de pesquisas que contribuam para a conservação da biodiversidade e a inclusão social, em consonância com as Metas Nacionais de Biodiversidade para 2020.

 

Fonte: Portal CNPq

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa