logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Governo anuncia R$ 1,26 bilhão para Inovagro

Sex, 09 de Junho de 2017 10:29

O governo federal anunciou nesta quarta-feira (7), no Palácio do Planalto, cerca de R$ 190,25 bilhões em recursos para o Plano Agrícola e Pecuário 2017/2018, por meio do qual médios e grandes produtores poderão acessar o crédito rural, entre 1º de julho deste ano e 30 de junho de 2018. Desse montante, o Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária (Inovagro), que tem entre seus objetivos financiar equipamentos de agricultura de precisão, terá à sua disposição R$ 1,26 bilhão, com limite de R$ 1,1 milhão por produtor.

 

Pelo Inovagro, será disponibilizada uma linha de crédito para facilitar a conectividade no campo. Isso contribuirá para melhorar a gestão das propriedades rurais, por meio da informatização e do acesso à internet. Na avaliação do governo, a inovação tecnológica é um dos principais fatores para alavancar a produtividade agrícola.

 

Segundo o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi, o setor agrícola cresceu mais de 13% no Produto Interno Bruto deste trimestre. “Quando vendemos nossos produtos, agrícolas e pecuários, nós vendemos tecnologias de muitos e muitos anos. O Brasil não seria o produtor de alimentos que é hoje sem os conhecimentos tecnológicos que tem. O Brasil vende muito conhecimento e estudo desenvolvido em cada tonelada”, afirmou.

 

Conforme o Mapa, os juros cobrados sofreram redução de um ponto percentual ao ano nos “programas prioritários" voltados à armazenagem e à inovação tecnológica na agricultura – ligados ao Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA), e ao Inovagro, respectivamente. A taxa cobrada nesses dois programas é a mesma: 6,5% ao ano. Os juros cobrados para o custeio caíram de 8,5% e 9,5% ao ano para 7,5% e 8,5%.

 

Com a iniciativa, o governo estima que a produção agrícola aumente no período e fique em 232 milhões de toneladas de grãos: um aumento de 24,3% na comparação com a safra 2016/2017. Para dar conta desse aumento na safra, serão disponibilizados R$1,6 bilhão em recursos para investimento em armazenagem.

 

O volume total de crédito para custeio e comercialização ficará em R$ 150,25 bilhões. Deste valor, R$ 116,25 bilhões com juros e taxas fixados pelo governo. Outros R$ 34 bilhões serão disponibilizados a juros livres, por meio de negociações envolvendo as instituições financeiras e o produtor.

 

Moderfrota

 

O Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas e Implementos Associados e Colheitadeiras (Moderfrota) passa a contar com R$ 9,2 bilhões, com incremento de 82,2%. A compra de máquinas e implementos agrícolas terá o limite de financiamento de 90% do valor financiado, com prazo de pagamento de 7 anos.

 

O limite de financiamento de custeio é de R$ 3 milhões por produtor, por ano-agrícola. Para o médio produtor, o limite é de R$ 1,5 milhão. O prazo de pagamento é de 14 meses para produtores de grãos.

 

Além disso o governo anunciou que está ampliando a abrangência de finalidades financiadas com a fonte Letra de Crédito do Agronegócio (LCA). A expectativa é que se atinja um montante de R$ 27,3 bilhões com essa fonte, para financiamento da cadeia do agronegócio.

 

Em 2018, o produtor poderá contar com R$ 550 milhões do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR), com aumento de 37,5%. O PSR oferece ao agricultor a oportunidade de proteger sua produção agrícola com custo reduzido, por meio de auxílio financeiro do governo federal.

 

Fonte: Portal Agência ABIPTI, com informações da Embrapa, Agência Brasil, Mapa, Blog do Planalto

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa