logo

slogan

ufscar

Cadastre-se e receba as novidades sobre a Agência Inovação da UFSCar por e-mail
parceiros_top

failogopequeno

 

fortec

 

inpi

 

parceiros_bottom

Redes Sociais

face twitter youtube

Conselho de Inovação da UFSCar aprova propostas visando aprimorar a gestão de recursos de royalties e incentivar projetos de inovação

Escrito por Tatiane Liberato   
Qua, 12 de Abril de 2017 08:53

Na última quarta-feira (05), o Conselho de Inovação Tecnológica da UFSCar se reuniu no Anfiteatro da Reitoria para a realização de sua 7ª Reunião Ordinária. A reunião foi presidida pela reitora da UFSCar, Wanda Aparecida Machado Hoffmann, e secretariada pelo Diretor Executivo da Agência de Inovação, Roberto Ferrari Júnior. O Conselho de Inovação foi criado em janeiro de 2008, por meio da portaria n. 823/08, que também instituiu a Agência de Inovação da UFSCar, vinculada à Reitoria. O Conselho é composto pelo Reitor da UFSCar (presidente do Conselho), todos os Pró-Reitores, um representante de cada um dos Centros Acadêmicos, a Diretoria da FAI•UFSCar e a Diretoria Executiva da Agência de Inovação da UFSCar.

 

Durante a reunião, o Diretor Executivo da Agência, Roberto Ferrari Júnior, apresentou a proposta do Acordo de Cooperação Institucional entre a UFSCar e sua Fundação de Apoio Institucional, a FAI•UFSCar, visando a delegação de atribuições para a captação, gestão e aplicação de recursos provenientes de royalties, conforme previsto na Lei de Inovação 10.973 de 2004, que dispõe sobre os incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no país. “Os objetivos da proposta são: aumentar a nossa segurança jurídica, formalizando de maneira contratual a prestação de serviços que a FAI já realiza à UFSCar através da Agência de Inovação; evitar a perda de recursos próprios; oferecer maior eficiência na aplicação dos recursos de royalties das unidades, e agilizar o pagamento de royalties aos inventores”, ressaltou Ferrari.

 

O diretor também apresentou a Proposta de Regimento que dispõe sobre a regulamentação da propositura e tramitação de Projetos de Inovação no âmbito da UFSCar. “Essa proposta complementa o acordo de cooperação institucional, e traz uma forma alternativa para a aplicação dos recursos de royalties das unidades”. De acordo com Ferrari, é considerado projeto de inovação aquele que visa a introdução de novidade ou aperfeiçoamento no ambiente produtivo e social, que resulta em novos produtos, serviços ou processos, ou que compreende a integração de novas funcionalidades ou características de produto, serviço ou processo já existente. Segundo a proposta apresentada, a caracterização dos projetos será atestada pela Agência de Inovação, sendo a FAI responsável por sua gestão financeira, em condições compatíveis ao que ocorre nos projetos de extensão atuais.

 

Entre os informes da presidência, a reitora da UFSCar, Wanda Hoffmann, comentou sobre o contrato de concessão de licença celebrado entre a UFSCar, a Embrapa e a empresa Fhocus Optical Solutions no mês de março, referente ao dispositivo que auxilia na atividade de inspeção visual do grenning na citricultura. “A invenção possibilita a percepção de uma doença que causa muitos problemas na citricultura, já que o Brasil é reconhecido mundialmente como grande produtor de suco de laranja. Então isso mostra que nós temos todas as condições de gerar conhecimento, trazendo para a sociedade soluções que ajudem a superar desafios em áreas importantes para o país”, declarou Hoffmann.

 

A reitora também informou sobre os dois novos projetos da Agência: o início de um piloto de prospecção tecnológica em parceria com o Núcleo de Informação Tecnológica em Materiais (NIT/Materiais), que buscará identificar tecnologias com perspectivas de serem protegidas e licenciadas na UFSCar; e a aplicação de um formulário eletrônico para diagnóstico da cultura empreendedora na universidade, que terá início no próximo dia 19 de abril, a fim de compreender o ambiente empreendedor da comunidade acadêmica.

 

Wanda Hoffmann também apresentou ao Conselho a solicitação de registro da marca LIDI – Laboratório de Inflamação e Doenças Infecciosas – UFSCar, criada por Fernanda de Freitas Aníbal, vinculada ao Departamento de Morfologia e Patologia e enquadrada, no âmbito da UFSCar, como “Marca Institucional”.

 

Todas as propostas foram aprovadas por unanimidade pelo Conselho de Inovação Tecnológica da UFSCar, cujos membros parabenizaram a atuação da equipe da Agência, reforçando que as decisões poderão potencializar suas ações na promoção da inovação, no estímulo ao empreendedorismo e, consequentemente, no desenvolvimento científico e tecnológico do país.

 

DSC 0189 reduzida

Wanda Hoffmann e Roberto Ferrari Júnior na última reunião do Conselho de Inovação Tecnológica da UFSCar

 
free poker
logo_rodape
Agência de Inovação da UFSCar - Rodovia Washington Luís, km 235 - Caixa Postal 147 CEP: 13565-905
São Carlos, SP - Brasil - Tel: (16) 3351.9040 - inovacao@ufscar.brmaps
mapa